Metaverso: Saiba O Que É e Como Funciona

Metaverso: Saiba O Que É e Como Funciona

Metaverso: Saiba O Que É e Como Funciona

O Metaverso foi anunciado por Mark Zuckerberg, no mesmo dia em que a empresa Facebook passou a se chamar Meta. De acordo com o CEO da empresa, o Metaverso representa uma nova fase da tecnologia.

O que se destacou no anúncio do Metaverso foi, sobretudo, a possibilidade de conviver em um universo de realidade virtual, onde será possível jogar, interagir, se exercitar, estudar, realizar reuniões, ir a shows e eventos e outras atividades.

Neste blog, vamos te explicar tudo sobre o que já se sabe sobre o Metaverso, como o seu conceito, as principais tecnologias utilizadas e como elas funcionarão. Boa leitura!

O que é o Metaverso?

Mark Zuckerberg apresentando o Metaverso com o seu avatar.

Fonte: (Reprodução/Internet).

O Metaverso é um conceito abordado primeiramente por Neal Stephenson, um escritor norte-americano que se destaca em textos de ficção científica e cyberpunk. 

De acordo com a literatura de Stephenson, o termo "Metaverso", que foi levantado em 1992 no romance Snow Crash, se refere a uma realidade virtual que vem após a internet.

O Metaverso apresentado por Zuckerberg segue esse conceito apresentado inicialmente. Basicamente, trata-se de uma realidade virtual 3D, onde várias pessoas podem se encontrar em um universo digital.

Além disso, esse espaço virtual deve possibilitar que o comércio seja realizado através de moedas digitais e NFT's. Ainda, shows, eventos e reuniões poderão acontecer dentro disso.

Dessa maneira, o Metaverso seria a junção do mundo físico com o virtual.

Em um exemplo prático, as pessoas poderão se convidar para jogar uma partida de basquete online e se encontrarão em uma quadra que só existe em um universo virtual.

Outro exemplo é que será possível convidar os seus amigos para assistir um show, em uma experiência de imersão profunda, mas apenas dentro de casa.

Acredita-se que, em termos de análise de mercado, Zuckerberg aproveitou uma tendência de mercado que a pandemia gerou. Os negócios que têm grandes chances de dar certo estão se adequando à praticidade de fazer tudo de casa e ainda unir pessoas.

Como o Metaverso funciona?

Sala de Encontro no Metaverso.

Fonte: (Reprodução/Internet).

O Metaverso deve funcionar a partir da integração de diversas plataformas desenvolvidas por diversas empresas – e não por apenas o antigo Facebook. Dessa forma, as empresas disponibilizarão diversos espaços para apenas um tipo de tecnologia: o Metaverso.

Inclusive, por isso, podemos concluir que o Metaverso não é uma condição derivada exclusivamente da mente de Zuckerberg, mas é um projeto que já estava em desenvolvimento por muitos.

A partir de avatares, as pessoas assumirão a identidade que preferirem nesse universo. Além disso, serão necessários alguns dispositivos para que haja uma imersão realmente significativa.

O projeto criado pelo Meta já definiu alguns dos principais focos do Metaverso. Confira abaixo:

Realidade virtual

O principal foco será inserir os usuários em uma realidade virtual muito dinâmica. O universo do Metaverso é totalmente 3D, e o desafio é comportar todos os usuários em todos os cenários.

Um produto já está sendo produzido para essa finalidade: o Quest 2. O aparelho consiste em um óculos de realidade virtual, alguns sensores de movimento e um headset bastante potente.

Realidade aumentada

A ideia do Metaverso é unir a realidade aumentada com a realidade virtual. A realidade aumentada seria implementada a partir de uma maior exploração do 2D com o 3D. 

Por enquanto, isso acontece através de efeitos bem parecidos com o que já é feito no Instagram ou com o Pokémon GO. A principal aposta do Meta nesse sentido é o software Spark AR.

Óculos inteligentes

Os óculos inteligentes são diferentes dos óculos de realidade virtual. Eles, em resumo, são tecnologias que são mais vestíveis no dia-a-dia. Esses apetrechos devem permitir a captação de áudio e vídeo. De acordo com o Meta, eles são a porta de entrada para o Metaverso.

No mercado, a principal opção já existe: o Ray-Ban Stories. Eles gravam vídeos, áudios, emitem sons e ainda permitem o compartilhamento de conteúdo.

Metaverso x Criptomoedas x NFT: qual é a relação entre eles?

Avatares do Metaverso comprando NFTs com criptomoedas.

Fonte: (Reprodução/Internet).

A tecnologia blockchain tornou possível a circulação de criptomoedas, as moedas digitais como a BitCoin, e os NFT, que são tokens não-fungíveis.

Dentro do Metaverso, o plano é que sejam possíveis compras através das moedas digitais e aquisição dos NFT's, que são bens que não se desgastam e que não podem ser substituídos.

No vídeo de anúncio do Meta, as imagens mostram alguns avatares adquirindo roupas para os seus avatares em NFT, através de criptomoedas.

Caso essa integração se concretize, o Metaverso terá ainda mais chances de se firmar como um novo passo da evolução do mundo digital.

Quando o metaverso começa a ser aplicado?

Pode-se afirmar que o Metaverso já começou. O antigo Facebook realizou esse marco quando anunciou a tecnologia, mas é algo que já está acontecendo. A Microsoft, por exemplo, é uma empresa que já realiza testes na área com o Microsoft Mesh. 

Além disso, a companhia está trabalhando na produção do headset Hololens 2, que deve auxiliar o exército americano em treinamentos.

Muitas outras empresas já estão desenvolvendo, de alguma maneira, formas de utilizar o Metaverso. O Meta mesmo já está comercializando os equipamentos para o novo universo tecnológico, como apresentamos no decorrer do texto.

Ainda, o Horizon Worlds, que se trata de um dos espaços em teste para o Metaverso, já está aberto para alguns usuários do Canadá e dos Estados Unidos experimentarem.

As expectativas são altas em relação ao desenvolvimento amplo. O grande desafio se encontra na integração do universo, visto que cada empresa possui os seus interesses próprios.

Será possível possuir um mesmo login e compartilhar o mesmo espaço desenvolvido por várias companhias diferentes? Essas dúvidas serão respondidas com o tempo.
 

Enquanto o Metaverso não chega totalmente por aqui…

Para focar nas plataformas que hoje são acessíveis para todos, é necessária uma internet de ótima qualidade, com estabilidade e agilidade. A Age Telecom oferece as melhores soluções em internet ultrarrápida e em telefonia fixa. Para conhecer mais sobre os nossos combos, clique aqui.

Caso tenha gostado do conteúdo, também recomendamos a leitura do blog: "Privacidade e Proteção de Dados - Como Navegar Seguro".
 

Perguntas frequentes

Dúvidas? A Age responde!

É a forma que você recebe informações. Exemplo: tempo de carregamento quando acessa um site, baixar anexos de e-mail, fotos ou vídeos.

O suporte da Age é super rápido: geralmente o atendimento é feito no mesmo dia ou conta com o prazo máximo de 48h.

A fibra óptica é literalmente um fio feito de vidro, com espessura menor do que um fio de cabelo. Por dentro da fibra o sinal trafega através de luz (laser). Isto garante uma transmissão com alta qualidade e estabilidade, pois a luz é totalmente imune a interferências.

De forma complementar ao download, o upload é como você envia as informações. Exemplo: postar uma foto ou vídeo, envio de mensagem ou arquivo.

Compartilhar a internet pode ter o benefício de dividir os custos; porém há contrapartidas graves. Além da lentidão que sua internet possa ter, tal compartilhamento poderá te dar dores de cabeça no futuro, como por exemplo a segurança de informações em rede.

O roteador deve estar em uma área central de sua casa e, de preferência, em um local mais alto. Isso porque o sinal é melhor distribuído desta forma, evitando pontos sem Wi-Fi ou quedas constantes.

A instalação pode ser agendada no mesmo dia de aprovação do pedido. De segunda a sexta, das 8h às 18h.