5 Dicas Para Navegar na Internet Com Segurança

5 Dicas Para Navegar na Internet Com Segurança

5 Dicas Para Navegar na Internet Com Segurança

A cada ano, surgem novas formas de navegar na internet. São milhões de dispositivos que vêm se tornando essenciais para facilitar as relações seja no trabalho, estudo ou até mesmo no descanso.

Um exemplo dessa facilidade é que agora é possível realizar compras de mercado, assistir aulas à distância, pagar contas e resolver pendências burocráticas de um jeito facilitado e muito mais prático.

No entanto, nem todos os lados são positivos. É muito importante tomar cuidado na hora de navegar, uma vez que toda essa praticidade também pode ter seu lado ruim devido aos sites e programas destinados a roubo de dados.

Para ajudar os usuários a navegarem com mais segurança e a não caírem em armadilhas virtuais, nossa equipe separou as principais dicas para garantir uma navegação segura e longe do perigo. Acompanhe e boa leitura!

Como identificar um site não seguro?

Saber identificar um site seguro é o primeiro passo para navegar de forma protegida. Você pode acessar o mesmo site inúmeras vezes e mesmo assim não ter segurança que precisa. Certos vírus podem copiar determinada página acessada e replicá-la, redirecionando o usuário para uma aba falsa.

A forma mais eficaz de verificar esse tipo de golpe (que pode ser mais comum do que se pensa), é analisando o endereço URL, que costuma ter algumas mínimas alterações que o diferenciam de um site seguro.

Caso o usuário tenha alguma desconfiança em algum site que solicita a realização de login, é aconselhável a execução de um pequeno teste. De propósito, erre seu usuário e senha na primeira tentativa de acesso. Nos sites falsos, o acesso será permitido sem nenhum impedimento. 

Também preste atenção se há muitos links e propagandas na página do site. Esse tipo de spam costuma ser utilizado para esconder malwares. Páginas com a URL reduzida ou com domínio diferenciado devem ser verificadas, uma vez que elas possuem o poder de redirecionar o usuário a um outro endereço indesejado. 

Alguns tipos de sites fazem com que o usuário fique mais vulnerável aos vírus. Páginas que possuem conteúdo adulto, divulgam fotos de famosos flagrados ou que oferecem ofertas avassaladoras são, em geral, os principais chamativos para a execução do crime. Normalmente, os tipos de vírus mais utilizados nessas páginas são os Trojans e os Adwares.

O que fazer se o computador for infectado por um vírus?

Quando o computador se torna vítima de um ataque virtual, é comum que alguns sinais clássicos surjam. Primeiro, a máquina começa a apresentar lentidão extrema devido à enorme carga de arquivos corrompidos. O baixo desempenho do PC costuma ser um dos primeiros alertas, além de apresentar comandos invertidos.

Para resolver este problema, tente desconectar a máquina da internet e realize uma varredura com a ajuda de um antivírus de qualidade, busque por ferramentas que sejam capazes de eliminar de vez o malware. Se o caso for mais sério e precisar de uma solução mais extrema, o usuário pode recorrer à restauração completa do sistema.

Em todos os casos, o mais indicado é que você procure ajuda de um profissional especialista em recuperação digital e em combate a malwares. Desse modo, você evita que seus dados fiquem ainda mais comprometidos, além de prevenir qualquer ação falha.

5 Dicas para uma navegação segura

Agora que você já conhece um pouco mais sobre como os vírus agem e qual a importância de se prevenir de forma adequada, está na hora de conferir as principais dicas para garantir uma navegação segura.

5. Não faça cadastros em qualquer site 

Mesmo que registros sejam fundamentais para grande parte da vida cotidiana, os cuidados mais básicos podem garantir que as informações pessoais dos usuários não sejam utilizadas para o mal. 

Pense a respeito da necessidade de preencher o formulário e se os dados solicitados são, de fato, necessários e fazem sentido com o serviço prestado. As mesmas recomendações também servem para sites e portais já de confiança. O apropriado é não entregar dados, documentos e, em especial, informações bancárias em plataformas suspeitas. 

Também evite preencher dados em qualquer tipo de formulário que chegue através de e-mails, mensageiros instantâneos ou redes sociais. Sempre cheque a confiabilidade da plataforma e a necessidade de preenchimento.

4. Prefira por plataformas a pessoas 

Com o avanço do e-commerce, se tornou comum que as lojas e comércios vendam seus produtos através de representantes comerciais. No entanto, isso não é muito seguro. O ideal é só realizar operações a serviços e plataformas reconhecidas no mercado. 

Tente ao máximo evitar soluções rápidas ou ofertas que prometem preços muito abaixo do comum. Normalmente, esses truques são armadilhas para atrair usuários inserirem seus dados.  Por exemplo:

  • Jamais baixe um aplicativo que não seja da loja oficial do seu smartphone;
  • Só utilize formas de pagamento seguras e reconhecidas;
  • Tome cuidado com negociações diretas em marketplaces digitais. 

3. Utilize navegadores seguros

Opte por navegadores reconhecidos para acessar a internet. Nunca confie em plataformas paralelas que prometem algum tipo de diferencial chamativo. O ideal é que você escolha uma opção que apresente um ótimo nível de suporte por parte dos desenvolvedores, e que tenha atualizações constantes a respeito da segurança.

Os principais e mais seguros navegadores são Firefox, Chrome, Safari e até mesmo o próprio Edge, que também possuem sistemas que auxiliam na identificação de sites burlistas e indicam o perigo no acesso a páginas suspeitas.

Muitos deles também possuem alternativas relacionadas ao rastreamento de navegação, uma forma importante de ter os dados que são usados no direcionamento de produtos e atividades publicitárias.

2. Utilize softwares de segurança

Ainda com a ideia de ajudar a identificar ameaças comuns e sites suspeitos, soluções como antivírus, firewall e aplicativos de proteção também são indicativos de arquivos infectados baixados ou golpes via e-mail ou aplicativos de SMS. Alertas indicam perigo e atualizações preparam soluções para novos riscos.

Além disso, muitas dessas soluções em smartphones e computadores possuem sistemas de alerta para páginas que tentam coletar dados ou rastrear a navegação. Aqueles que querem ir mais longe muitas vezes ainda contam com serviços VPN em tais softwares, que até escondem a própria conexão dos olhos de tal vigilância.

1. Cuidado com redes públicas

Mesmo que esses sistemas sejam protegidos por senha, eles podem se tornar inseguros devido ao alto compartilhamento de conexão e possível configuração incorreta, abrindo espaço para ataques que podem envolver a interceptação de dados ou a inserção de páginas maliciosas em navegadores.

Idealmente, quando estiver nesses locais, evite entrar em sistemas confidenciais, como bancos, e-mails de trabalho, aplicativos governamentais e outras soluções que dependem de credenciais críticas ou são baseadas em dados confidenciais.

Além disso, esteja ciente dos pedidos de registro e informações que geralmente precedem um lançamento gratuito na web. Pense se as empresas realmente precisam desses dados e como eles os usam.

Navegue com a Age Telecom!

Antes de qualquer coisa, é preciso ter uma internet de qualidade e confiança para garantir uma navegação segura. Para que a qualidade da conexão seja mesmo satisfatória, é necessário saber se os produtos entregues pela operadora são bons, se há a estrutura para atender às demandas de sua empresa, se o preço é competitivo no mercado.

Faça o teste de velocidade e confirme que as fibras ópticas são a melhor solução para internet fixa! Com a ajuda de um suporte especializado, você é capaz de solucionar qualquer problema em qualquer lugar. Nossa especialidade é resolver problemas! 

Entre em contato conosco e acelere a sua navegação, em casa ou na empresa. Clique aqui e saiba mais!

Perguntas frequentes

Dúvidas? A Age responde!

É a forma que você recebe informações. Exemplo: tempo de carregamento quando acessa um site, baixar anexos de e-mail, fotos ou vídeos.

O suporte da Age é super rápido: geralmente o atendimento é feito no mesmo dia ou conta com o prazo máximo de 48h.

A fibra óptica é literalmente um fio feito de vidro, com espessura menor do que um fio de cabelo. Por dentro da fibra o sinal trafega através de luz (laser). Isto garante uma transmissão com alta qualidade e estabilidade, pois a luz é totalmente imune a interferências.

De forma complementar ao download, o upload é como você envia as informações. Exemplo: postar uma foto ou vídeo, envio de mensagem ou arquivo.

Compartilhar a internet pode ter o benefício de dividir os custos; porém há contrapartidas graves. Além da lentidão que sua internet possa ter, tal compartilhamento poderá te dar dores de cabeça no futuro, como por exemplo a segurança de informações em rede.

O roteador deve estar em uma área central de sua casa e, de preferência, em um local mais alto. Isso porque o sinal é melhor distribuído desta forma, evitando pontos sem Wi-Fi ou quedas constantes.

A instalação pode ser agendada no mesmo dia de aprovação do pedido. De segunda a sexta, das 8h às 18h.