Privacidade e Proteção de Dados - Como navegar seguro

Privacidade e Proteção de Dados - Como navegar seguro

Privacidade e Proteção de Dados - Como navegar seguro

A internet é um meio de comunicação moderno que nos trouxe vários benefícios, como a facilidade de conectar pessoas em todos os lugares do mundo através de um espaço totalmente digital. Em contrapartida, a web também é um cenário que obriga as pessoas a adotarem maior cautela.

Isso se dá pois trata-se de um espaço onde o compartilhamento de dados acontece há todo tempo. Desse modo, os usuários da tecnologia correm riscos de ciberataques.  Existem muitas práticas que podem aumentar a privacidade na internet. Muitos sites e redes sociais já adotam alguns protocolos de segurança online, o que já auxilia nos cuidados virtuais.

Neste blog, você confere algumas dicas da Age Telecom de como navegar com privacidade. Boa leitura!

O que é Privacidade na Internet?

Fonte: (Reprodução/Internet)

A privacidade digital é, basicamente, o direito dos usuários da internet de poderem reservar as suas próprias informações pessoais. 

Em outras palavras, trata-se de medidas para que cada um tenha uma forma de preservar seus dados pessoais dentro do mundo virtual.

Existem regulamentações que fazem com que as plataformas que estão na web assumam medidas que possam resguardar os usuários do uso de seus dados. No entanto, muitas outras atividades na internet não utilizam medidas de segurança.

A privacidade online ainda é discutida por muitas áreas. Tanto é que as políticas digitais se atualizam constantemente.

O debate é reforçado não só pela ideia de que as pessoas possuem o direito de guardar as suas próprias informações, mas também porque há o risco de roubo/vazamento de dados.

Riscos do Vazamento de Dados

Fonte: (Reprodução/Internet)

O vazamento de dados acontece, na maioria das vezes, por erro da plataforma ou por invasão de hackers.

Na maioria das vezes, quando há vazamento por conta de alguma empresa, ela tem a obrigação de comunicar os usuários de seu website. O titular dos dados também deve ser notificado.

Quando isso ocorre por invasão de criminosos cibernéticos, também é cabível informar ao público para que as pessoas se adiantem em medidas que possam prevenir maiores problemas.

As empresas que são vítimas do vazamento de informações são vistas de forma negativa pelas pessoas e por seus parceiros comerciais.

Já as pessoas físicas que têm os seus dados vazados podem sofrer tentativa de golpes ou o uso indevido de suas informações, como o CPF, por exemplo. 

Como a Lei de Proteção de Dados (LGPD) contribui para a Privacidade Digital?

A Lei Geral de Proteção de Dados entrou em vigor em território nacional no dia 1 de Agosto de 2021, após vários debates no Congresso Nacional, agente de tratamento responsável por este trâmite.

A regulamentação trata-se de uma série de medidas que visa garantir a segurança no processo da coleta, do armazenamento e no uso de dados pessoais, dentro e fora da internet via fibra ou não.

Ainda, a LGPD estimula o investimento em profissionais especializados nos processos de proteção dos dados, como o Encarregado de Proteção de Dados (DPO, sigla em inglês). 

Uma lei desse tipo faz com que mais plataformas se adequem a práticas mais seguras de manipulação de informações. Com mais essa medida, a privacidade na internet é reforçada. 

Vale ressaltar que o Brasil não é o único país que possui leis que garantem a segurança dos usuários. Outros países também possuem normas que visam, acima de tudo, uma navegação segura e livre de hackers.

 

Como Ter Privacidade na Internet 

Fonte: (Reprodução/Internet)

Para navegar de forma segura, você pode realizar a adoção de medidas a mais, além dos padrões sancionados pelas leis. Sanções administrativas são importantes e podem garantir que você não seja vítima de hackers, bem como fazer com que o tratamento de dados pessoais seja feito de forma eficaz. 

Atualmente, a autoridade de tratamento responsável por verificar as conformidades digitais é a ANPD (Autoridade Nacional de Proteção de Dados). O órgão de pesquisa realiza o tratamento e garante que tanto os usuários, quanto o site hospedeiro tenham seus direitos fundamentais assegurados.

Em casos mais graves de ataques cibernéticos, pode haver a eliminação dos dados pessoais de ambas as partes. Por isso, é sempre importante estar em dia com as normas de proteção virtual. Abaixo, listamos as principais formas de ter privacidade na internet, confira:

Navegue em Sites com HTTPS (Conexão Segura)

Geralmente, os sites que possuem a sigla HTTPS são aqueles que protegem a integridade dos dados compartilhados entre usuários e site. 

Um site HTTPS utiliza uma série de medidas de segurança, como a criptografia e a proteção de modificações para proteger dados de usuários.

Além disso, essa sigla pode garantir a autenticidade de um site, isto é, confirmar que se trata do site oficial da empresa. 

De qualquer forma, vale ressaltar que é importante conferir a URL do site antes de preencher qualquer informação pessoal.

Utilize VPN

O Virtual Private Network (VPN) é uma rede particular que pode ser utilizada na rede pública, como a internet. 

Na maioria das vezes trata-se de um serviço pago. Existem, atualmente, diversas companhias que vendem os seus servidores.

Quando o VPN é utilizado, os seus dados são automaticamente criptografados e o seu IP fica disfarçado, endereçando em outra localidade. 

De qualquer modo, é necessário investigar sobre a segurança do VPN que você vai contratar para que tudo ocorra como esperado.

Proteja o IP com o Proxy

O proxy é uma ferramenta muito parecida com o VPN, apenas com a diferença de que ele atua de forma mais simples, apenas alterando o endereço do IP.

Geralmente, o proxy é vendido junto a alguns serviços de VPN ou de forma separada. A atividade de tratamento digital de ambas garante uma navegação segura.

Acesse a Internet no Modo Anônimo

Os navegadores oferecem a opção de navegar na aba anônima. Esse modo permite com que os cookies de rastreiam sejam bloqueados durante o uso da internet.

Dessa maneira, algumas das atividades deixam de ser rastreadas, o que aumenta a privacidade do usuário.

Leia as Políticas de Privacidade, Cookies e Termos do Site

Os sites precisam informar sobre o uso de cookies, os termos e condições e a sua política de privacidade. 

Desse modo, priorize o acesso em websites que tornam todas essas informações transparentes, porque assim você fica ciente de como os seus dados serão utilizados.

Os cookies são uma espécie de pequenos arquivos que armazenam as suas pesquisas e interesses a fim de facilitar o uso de sites ou personalizar os conteúdos que são exibidos para você.

Desse modo, o usuário precisa ser avisado sobre esse uso e precisa consentir com ele. Vale ressaltar que o aval permite também o compartilhamento com outras redes sociais.

Conheça a Internet da Age Telecom!

A Age Telecom é uma provedora de internet fibra óptica de alta velocidade em algumas regiões do Distrito Federal. A companhia é conhecida por oferecer com excelência uma conexão estável, com um preço que cabe no bolso.

Para conhecer as ofertas da Age Telecom e contratar um plano que mudará a forma com que você navega, clique neste link!

Perguntas frequentes

Dúvidas? A Age responde!

É a forma que você recebe informações. Exemplo: tempo de carregamento quando acessa um site, baixar anexos de e-mail, fotos ou vídeos.

O suporte da Age é super rápido: geralmente o atendimento é feito no mesmo dia ou conta com o prazo máximo de 48h.

A fibra óptica é literalmente um fio feito de vidro, com espessura menor do que um fio de cabelo. Por dentro da fibra o sinal trafega através de luz (laser). Isto garante uma transmissão com alta qualidade e estabilidade, pois a luz é totalmente imune a interferências.

De forma complementar ao download, o upload é como você envia as informações. Exemplo: postar uma foto ou vídeo, envio de mensagem ou arquivo.

Compartilhar a internet pode ter o benefício de dividir os custos; porém há contrapartidas graves. Além da lentidão que sua internet possa ter, tal compartilhamento poderá te dar dores de cabeça no futuro, como por exemplo a segurança de informações em rede.

O roteador deve estar em uma área central de sua casa e, de preferência, em um local mais alto. Isso porque o sinal é melhor distribuído desta forma, evitando pontos sem Wi-Fi ou quedas constantes.

A instalação pode ser agendada no mesmo dia de aprovação do pedido. De segunda a sexta, das 8h às 18h.