Internet Fibra no Wi-Fi e no Cabo: Aprenda a diferenciar

Internet Fibra no Wi-Fi e no Cabo: Aprenda a diferenciar

Internet Fibra no Wi-Fi e no Cabo: Aprenda a diferenciar

O aumento da disponibilidade de conexões sem fio nos últimos anos mudou significativamente a forma como usamos a Internet. Além de se despedir das restrições de localização do seu computador, fica mais prático acessar a Internet a partir de aparelhos como smartphones ou videogames portáteis.

Infelizmente, todos esses aspectos práticos são acompanhados por alguns problemas típicos com a tecnologia usada. Instabilidade de sinal, perda de velocidade e interferência de outros dispositivos que usam frequências eletromagnéticas são apenas alguns dos obstáculos que os usuários de redes sem fio enfrentam todos os dias. Sem mencionar as vulnerabilidades de segurança amplamente exploradas.

O fato é que apesar de todas as vantagens das conexões sem fio, em termos de velocidade e estabilidade, as conexões sem fio ainda são gravemente perdidas para as conexões que usam cabos. Os motivos são variados, incluindo as limitações dos aparelhos roteadores, obstáculos que estejam no caminho e a distância entre o usuário e a fonte do sinal.

Velocidade da Internet

Fonte: (Reprodução/Internet)

Um dos principais motivos para as pessoas escolherem internet via cabo ao Wi-Fi está na menor velocidade obtida pelas conexões sem fio; a principal explicação para isso se dá devido às limitações de transmissão de banda larga da tecnologia atual. 

Ao passo que o padrão 802.11b é capaz de suportar uma velocidade máxima de 11 MB/s na teoria, enquanto o padrão de 802.11b suporta até 54MB/s.

Em suma, a velocidade de conexão Wi-Fi não chega nem perto dos 100MB/s obtidos pelas redes com cabo, ainda mais as modernas. Como a velocidade teórica de transmissão raramente chega a todos os ambientes do local, a velocidade mais baixa se torna inevitável.

Em uma casa, por exemplo, em que há um computador conectado à internet via cabo, e outro que utiliza a mesma conexão mas via Wi-Fi, o primeiro terá um desempenho melhor. 

Isso ainda sem contar com o desgaste do sinal, que é enviado de forma desviada através do Wi-Fi. Esse tipo de conexão, além de fazer com que haja perda da quantidade de dados durante a transmissão, a distância também se torna um fator muito relevante quando a velocidade de conexão é determinada.

Quanto mais longe o usuário estiver da fonte de sinal (do roteador), menos estável será a conexão. Também é necessário avaliar que paredes e obstáculos tornam a chegada do sinal mais difícil aos aparelhos, o que obviamente não ocorre com a conexão com cabos de rede.

Interferências Variadas

Fonte: (Reprodução/Internet)

Um outro problema acarretado pelas conexões sem fio diz respeito à interferência de outros aparelhos eletrônicos que utilizam de ondas eletromagnéticas para funcionarem. Não existe um padrão que determine as frequências de transmissão únicas para cada tipo de aparelho.

Quando dois ou mais campos magnéticos operam na mesma frequência e estão no mesmo ambiente, a perturbação ocorre. As consequências dessa interferência podem variar bastante, mas, normalmente, ocasionam em menor velocidade de transmissão, ou até mesmo queda momentânea.

Dois exemplos de aparelhos que afetam a estabilidade da rede são os telefones sem fios (que costumam operar em 900 MHz) e os micro-ondas (também operam na mesma frequência e, apesar de haver proteções para evitar a emissão de sinais, interferem no Wi-Fi).

Ao realizar algum Download via Wi-Fi, você consegue notar que a velocidade é mais lenta se comparada com as feitas pelo cabo. Esta diferença se deve aos fatores externos que impactam na qualidade da internet  WiFi, como os citados anteriormente. 

Segurança

Fonte: (Reprodução/Internet)

Quando usamos uma rede Wi-Fi, infelizmente, não podemos controlá-la como fazemos em uma rede com fio. Ao implementá-lo, como em qualquer rede, você ainda define o protocolo a ser utilizado, como WPA ou WPA2. O WPA 3, que trará mais segurança, ainda não foi implantado e está em desenvolvimento.

Ao contrário das redes com fio que exigem presença física para acessar e se conectar aos fios, o Wi-Fi depende apenas de senhas para proteção. Além disso, assim que alguém acessar sua rede, essa pessoa poderá se reconectar a essa rede quando ela estiver por perto, até que você altere a senha ou bloqueie o dispositivo no roteador.

Além dos cenários acima, existem vários tipos de ataques que podem ser executados remotamente para tentar quebrar a chave de criptografia em wi-fi. 

Aqui, as redes cabeadas mais uma vez se destacam no wi-fi. Para alguém tentar atacar sua rede com fio, essa pessoa precisa acessá-la em algum ponto físico. No entanto, etapas de segurança adicionais podem ser criadas nessas situações, como restringir endereços MAC desconhecidos e exigir login.

Uso diário: Wi-Fi ou cabo?

Fonte: (Reprodução/Internet)

Embora todas as vantagens e desvantagens sejam mencionadas para cada tipo de conexão, é importante que as pessoas reflitam sobre seus objetivos ao configurar uma rede de Internet. Afinal, em alguns casos, mesmo com lacunas e problemas de velocidade, o Wi-Fi pode ser uma opção favorável em relação aos cabos.

Por exemplo, se você usa a Internet para atividades de lazer, como streaming de vídeos, música e navegação em sites, o Wi-Fi será capaz de atender às suas necessidades sem maiores problemas. 

No entanto, se você precisa de mais estabilidade para jogar online, transferir arquivos grandes ou até mesmo fazer streaming de vídeos em resoluções muito altas, a opção com fio geralmente é a melhor por causa de sua estabilidade e menor taxa de perda de pacotes.

Em qualquer caso, esses dois tipos de rede podem fornecer boa velocidade e segurança. A escolha deve ser baseada na atividade que você irá realizar. 

Em caso de dúvida, você pode configurar uma rede híbrida com conexões com fio para dispositivos mais exigentes e uma rede Wi-Fi para dispositivos menos exigentes (como telefones e laptops).

A Age Telecom oferece planos com até 800MB de internet, para você navegar sem interferências e ter a melhor conexão de internet para você e sua família. Todos os planos contam com fibra óptica e alta velocidade para oferecer a melhor internet em Brasília!

 Clique aqui para conhecer nossos valores e mude já para a Age Telecom!

 

Perguntas frequentes

Dúvidas? A Age responde!

É a forma que você recebe informações. Exemplo: tempo de carregamento quando acessa um site, baixar anexos de e-mail, fotos ou vídeos.

O suporte da Age é super rápido: geralmente o atendimento é feito no mesmo dia ou conta com o prazo máximo de 48h.

A fibra óptica é literalmente um fio feito de vidro, com espessura menor do que um fio de cabelo. Por dentro da fibra o sinal trafega através de luz (laser). Isto garante uma transmissão com alta qualidade e estabilidade, pois a luz é totalmente imune a interferências.

De forma complementar ao download, o upload é como você envia as informações. Exemplo: postar uma foto ou vídeo, envio de mensagem ou arquivo.

Compartilhar a internet pode ter o benefício de dividir os custos; porém há contrapartidas graves. Além da lentidão que sua internet possa ter, tal compartilhamento poderá te dar dores de cabeça no futuro, como por exemplo a segurança de informações em rede.

O roteador deve estar em uma área central de sua casa e, de preferência, em um local mais alto. Isso porque o sinal é melhor distribuído desta forma, evitando pontos sem Wi-Fi ou quedas constantes.

A instalação pode ser agendada no mesmo dia de aprovação do pedido. De segunda a sexta, das 8h às 18h.